sexta-feira, 24 de novembro de 2017

CINEMA EM TIRAS - A HORA DO PESADELO - PARTE 1






      A Hora do Pesadelo   é um filme de 1984, do gênero terror, dirigido e escrito por Wes Craven, e o primeiro filme da franquia A Hora do Pesadelo.



     A história se passa na cidade fictícia de Springwood, Ohio, e o enredo gira em torno de um grupo de jovens que são aterrorizados em seus pesadelos pelo fantasma de um psicopata assassino de crianças chamado Freddy Krueger.



      Wes Craven produziu A Nightmare on Elm Street com um orçamento estimado de apenas 1,8 milhão de dólares, investimento que o filme arrecadou na sua primeira semana de exibição nos cinemas. Ao todo, o filme conseguiu arrecadar 25,5 milhões de dólares nas bilheterias americanas.



      A nightmare on Elm Street foi recebido com elogios críticos e passou a ter um impacto muito significativo sobre o gênero horror, gerando uma franquia que consiste em uma linha de sequelas, uma série de televisão , uma passagem com sexta-feira 13 , para além de vários outros obras de imitação; um remake do mesmo nome foi lançado em 2010.

      Críticos e historiadores do cinema afirmar que a premissa do filme é a luta para definir a distinção entre sonho e realidade, que se manifesta pela vida e os sonhos dos adolescentes no filme. Os críticos hoje elogiam a capacidade do filme de transgredir "as fronteiras entre o imaginário e o real", e  brincar com as percepções das audiências.

FONTE: WIKIPEDIA










continua...



quinta-feira, 23 de novembro de 2017

OS MELHORES DIRETORES DO CINEMA - STANLEY KUBRICK - PARTE 5




      Em 1980, Kubrick voltaria a ter um novo sucesso mundial com o clássico O Iluminado (1980), adaptação da obra de Stephen King. A história de uma família que passa uma temporada em um hotel nas montanhas até hoje faz sucesso onde quer que seja exibida. 

      Quase no final dos anos 1980, Kubrick ressurgiria dando ênfase a guerra. Dessa vez a do Vietnã. Saída do livro de Gustav Hasford,  Nascido Para Matar), de 1987, quase que uma versão "kubrickiana" de Apocalypse Now

    Do seu último longa-metragem até De Olhos Bem Fechados, de 1999, passou-se um longo período sem nada assinado por Stanley. Lançado em 1999, o filme protagonizado pelo (até então) casal número um dos Estados Unidos, causou uma grande comoção entre os amantes da sétima arte. Tom Cruise e Nicole Kidman interpretam um casal em crise e foi adaptada de romance escrito por Arthur Schnitzler, chamado Traumnovelle. Dois anos foi o período de filmagem, tempo que o perfeccionismo de Kubrick achou necessário para a conclusão do filme, mas não o necessário para agradar à crítica e público. Kubrick faleceu enquanto dormia, devido a um ataque cardíaco, no dia 7 de março de 1999.

FONTE: WIKIPEDIA


terça-feira, 21 de novembro de 2017

FAMOSOS QUE PROVAVELMENTE NÃO EXISTIRAM DE VERDADE - JESUS CRISTO



      Os pesquisadores que se dedicaram ao estudo das origens do cristianismo sabem que, desde o Século II de nossa era, tem sido posta em dúvida a existência de Cristo. Muitos até mesmo entre os cristãos procuram provas históricas e materiais para fundamentar sua crença. Infelizmente, para eles e sua fé, tal fundamento jamais foi conseguido, porquanto, a história cientificamente elaborada denota que a existência de Jesus é real apenas nos escritos e testemunhas daqueles que tiveram interesse religioso e material em prová-la.


      Desse modo, a existência, a vida e a obra de Jesus carecem de provas indiscutíveis. Nem mesmo os Evangelhos constituem documento irretorquível. As bibliotecas e museus guardam escritos e documentos de autores que teriam sido contemporâneos de Jesus, os quais não fazem qualquer referência ao mesmo. Por outro lado, a ciência histórica tem-se recusado a dar crédito aos documentos oferecidos pela Igreja, com intenção de provar-lhe a existência física. Ocorre que tais documentos, originariamente, não mencionavam sequer o nome de Jesus; todavia, foram falsificados, rasurados e adulterados visando suprir a ausência de documentação verdadeira.


      Uma pesquisa recente na Inglaterra, por exemplo, descobriu que cerca de 40% da população daquele país não acreditava que Jesus fosse uma pessoa real. Se fosse, Jesus provavelmente teria sido um homem que viveu durante a ocupação romana do atual Israel. Um pregador judeu com muitos seguidores, que as autoridades romanas, eventualmente, executaram. Se ele realizou todos os feitos divinos descritos na Bíblia está aberto à interpretação religiosa individual. No entanto, se ele era divino, um homem comum, ou uma figura mitológica, ele certamente está entre os indivíduos mais influentes da história.


FONTE: http://arteref.com/

domingo, 19 de novembro de 2017

MEU DISCURSO COMO PATRONO NA 28ª FEIRA DO LIVRO DE DOIS IRMÃOS








   Senhoras e senhores...

   E chegou o grande momento: a hora em que os livros invadirão a praça.

  Durante os próximos dias, saberes, sonhos, imaginação e cultura estarão presentes na atmosfera de Dois Irmãos, e a literatura, mais do que em qualquer outra época do ano, permeará nossas existências. De hoje até domingo, quem cruzar pela praça não passará imune ao doce mistério que cada livro carrega dentro de si. Sim, pois cada livro tem um segredo guardado e que aguarda latente por olhos, mentes e corações dispostos a descobri-lo.

   Quando há 7 meses atrás foi-me feito o convite para ser o patrono da 28ª Feira do livro de Dois Irmãos, parecia que uma eternidade nos separava desta data. De lá para cá, muito trabalho, muita dedicação e empenho de todos os envolvidos foram necessários para que finalmente chegássemos aqui. Dentro em breve, a feira vai começar, e além de toda a responsabilidade que possui de valorização e de incentivo à leitura, também carrega a missão de disseminar um tema atual e necessário: a diversidade.

   Num mundo marcado por várias cores e tons somos todos intimados a partilhar de uma nova era, e observem que não estou usando uma linguagem figurada. Não me refiro à chegada de discos voadores, nem ao apocalipse bíblico e tão pouco a uma conjunção astrológica que nos guiará a um novo tempo. Falo de uma nova era que será conquistada por nós, por nossos filhos e netos, dia após dia, anos após ano e que estará intimamente ligada com a educação, com o estímulo da cultura e com o exercício da tolerância ao que nos é diferente.

   Já se foi o tempo em que dizíamos que somos todos iguais. Não, não somos todos iguais. Embora sejamos semelhantes em traços, formas e constituições, uma vez que pertencemos a uma mesma espécie, cada um de nós é um universo à parte. Diferimos nas cores das nossas peles, nas maneiras de nos comunicarmos e de nos locomovermos, nas nossas formas de amar, nas nossas crenças ideológicas e religiosas. Diferimos nos nossos gostos, nos nossos sonhos, nos nossos olhares e prazeres. Somos todos diferentes e não há nada de mau ou de errado nisso.

   Não tenho dúvidas de que a praça repleta de livros, a partir de hoje, abraçará a todos sem distinções de cor, gênero, situação social, condição física, sensorial ou intelectual, orientação sexual, credo, ideologia política ou qualquer outra que eu não tenha citado.

   O tema da 28ª Feira do Livro de Dois Irmãos, “Diversidade: diferentes olhares para o mundo” além de extremamente propício, é de grande relevância, uma vez que casa a liberdade e o encanto da literatura com a pluralidade que estes novos tempos reivindicam. A leitura – sem sombra de dúvida – constitui-se numa fundamental ferramenta na construção de um mundo onde o respeito e a tolerância ao próximo estejam acima de quaisquer diferenças.

   Desde que recebi o convite para ser o patrono da feira experimentei um misto de sensações que variou do medo de tão grande responsabilidade, até a honra de poder hoje estar aqui, celebrando esta festa literária que se inicia. Entendo que ser escolhido patrono de uma feira do livro é uma honra que nem todo escritor terá a oportunidade de desfrutar, e, mais do que isso, é a certificação e reconhecimento de um trabalho. Tenho a convicção de que este chamado me foi feito não apenas por eu ser um escritor que fala sobre inclusão, mas também, por conta da minha trajetória profissional que sempre esteve intimamente ligada com a diversidade. Sendo assim, só tenho a agradecer de coração a este convite e dizer que farei o melhor possível para que tenhamos uma feira não apenas literária, mas também voltada verdadeiramente à pluralidade.

   Literatura e diversidade. Não tenho dúvidas de que será um casamento perfeito.

   Sejam todos bem-vindos à 28ª Feira do Livro de Dois Irmãos!

Cristiano Refosco


sábado, 18 de novembro de 2017

ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS POR SALVADOR DALÍ



      O pintor catalão Salvador Dalí, considerado o maior expoente do movimento surrealista, não apenas expressava sua criatividade singular em quadros. Graças à Internet, vários trabalhos inexplorados dele foram trazidos à tona, como o curta Destino criado em parceria com Walt Disney, ou até o ensaio psicodélico para a Playboy.

      Agora é a vez das ilustrações surrealistas que ele criou para uma edição limitada do livro homônimo de Lewis Carroll “Alice no País das Maravilhas”, em 1969.

      Dalí criou 12 heliogravuras para cada capítulo do livro, o qual teve apenas 2.700 edições encadernadas, e foram especialmente assinadas por ele.

      Embora sejam raras essas cópias, a Princeton University Press torna acessível uma reedição por US$ 21,39.

FONTE: http://geekness.com.br

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

OS MELHORES DIRETORES DO CINEMA - STANLEY KUBRICK - PARTE 4




      Cinco anos de produção foram necessários para o desenvolvimento de  2001: Uma Odisseia no Espaço), de 1968, para muitos a melhor ficção científica já filmada. Foi escrito ao mesmo tempo em que o livro homônimo de Arthur C.Clarke estava em produção. Clarke, inclusive, deu assistência na criação do roteiro. 2001 teve uma recepção fria da crítica, mas obteve sucesso junto ao público. Até hoje, possui em sua força maior as músicas de Richard Strauss, Assim falou Zaratustra e Johann Strauss II, Danúbio Azul. Os efeitos especiais, inovadores para a época, garantiram ao filme um Oscar da categoria.

      Novamente indicado a melhor diretor, Kubrick vê o seu prêmio escapar. Logo após, ele segue para mais uma adaptação. Dessa vez o livro é Laranja Mecânica, de 1962, de Anthony Burgess, focado na violência humana e, principalmente, na da juventude. Causou grande polêmica na época de seu lançamento e foi acusado de incitar a barbárie. Na história, quatro jovens de classe trabalhadoras passam as noites cometendo as maiores atrocidades: brigar, roubar, estuprar.

FONTE: WIKIPEDIA


quarta-feira, 15 de novembro de 2017

JOVEM CONSEGUE FOTOGRAFAR ESPÍRITO DE CRIANÇA QUE O ASSOMBRA HÁ MESES



   Tudo começou em agosto deste ano, quando Adam Ellis, de Nova York, nos EUA, resolveu usar o Twitter para compartilhar com todos sua experiência sobrenatural. De acordo com ele, o espírito de uma criança tem invadido seu apartamento todas as noites.
    Ellis chegou a fazer alguns registros de vídeo, no qual mostrava supostos eventos sobrenaturais acontecendo, como objetos se mexendo sozinhos. Ele ainda acredita que o espírito é um ser maligno, capaz de atormentar seus sonhos e cujo objetivo é matá-lo em breve.
    Ellis conta que o fantasma da criança começou a aparecer primeiro em seus sonhos, mas agora faz parte do mundo real. Ele disse que quando o viu pela primeira vez, não conseguiu se mexer nem fazer nada. A criatura foi descrita como uma criança com uma grande cabeça deformada, pendendo para um lado.
    Para comprovar seus relatos, ele passou a dividir fotos e vídeos de alguns dos acontecimentos estranhos que ocorrem em seu apartamento, como plantas que saem das prateleiras e cadeiras que se mexem.
     Depois de experimentar algumas noites do mais puro terror, Ellis disse ter sido abordado por uma garotinha em uma biblioteca. Ela chegou até ele e disse que sabia que ele estava vendo o querido David.
     Em outra noite digna de um filme de terror, Ellis acordou e viu David sentado em uma cadeira, olhando para ele. Desesperado e sem conseguir fazer muita coisa, o jovem apenas pegou seu celular e fez algumas imagens que, finalmente, mostram o famoso fantasma mirim que vem assombrando seu apartamento.
     Quando viu as fotos em seu telefone no dia seguinte, editou a luminosidade das imagens e conseguiu ver o formato de David.



FONTE: MEGACURIOSO


terça-feira, 14 de novembro de 2017

ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO






     A Educação Especial é uma modalidade de ensino que perpassa todos os níveis e etapas. O Atendimento Educacional Especializado disponibiliza os recursos e orienta no processo de ensino nas turmas comuns do ensino regular.

      A política estadual busca a igualdade de oportunidades na aprendizagem, através do acesso e permanência dos alunos com deficiências no ensino regular.

O Atendimento Educacional Especializado

      Na rede pública estadual, o Atendimento Educacional Especializado é realizado por professores especialistas, os quais identificam, elaboram e organizam recursos pedagógicos e de acessibilidade para a construção do conhecimento dos estudantes, considerando as suas necessidades específicas.

      O atendimento é realizado na Sala de Recursos da própria escola ou em outra instituição de ensino regular, no turno inverso da escolarização, não sendo substitutivo às classes comuns.

As atribuições do professor

As atribuições do professor em Salas de Recursos são:
  • Identificar, elaborar, produzir e organizar serviços, recursos pedagógicos, de acessibilidade e estratégias considerando as necessidades específicas dos alunos da Educação Especial;
  • Elaborar e executar plano de Atendimento Educacional Especializado, avaliando a funcionalidade e a aplicabilidade dos recursos pedagógicos e de acessibilidade;
  • Organizar o tipo e o número de atendimentos aos alunos na Sala de Recursos Multifuncionais;
  • Acompanhar a funcionalidade e a aplicabilidade dos recursos pedagógicos e de acessibilidade na sala de aula comum do ensino regular, bem como em outros ambientes da escola;
  • Estabelecer parcerias com as áreas intersetoriais na elaboração de estratégias e na disponibilização de recursos de acessibilidade;
  • Orientar professores e famílias sobre os recursos pedagógicos e de acessibilidade utilizados pelo aluno;
  • Ensinar e usar a tecnologia assistiva de forma a ampliar habilidades funcionais dos alunos, promovendo autonomia e participação;
  • Estabelecer articulação com os professores da sala de aula comum, visando à disponibilização dos serviços, dos recursos pedagógicos e de acessibilidade e das estratégias que promovem a participação dos alunos nas atividades escolares.                        
  • FONTE: http://www.educacao.rs.gov.br/educacao-escpecial                                                                                                                                                                            

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

O DIA EM QUE AS CATARATAS DO NIÁGARA SECARAM



      As Cataratas do Niágara ficam bem na fronteira entre os EUA e o Canadá, sendo que, neste último, estão as mais belas formações. O lado norte-americano é um pouco menor e menos imponente, mas, ainda assim, o conjunto de cataratas é um dos pontos turísticos mais conhecidos de ambos os países.
      No lado dos EUA, uma história curiosa aconteceu em junho de 1969: uma barreira desviou todo o fluxo de água para o lado canadense, expondo a parte rochosa das cataratas. A iniciativa aconteceu para tentar limpar as quedas da parte dos EUA, já que elas estavam ficando menos impressionantes devido ao acúmulo de sedimentos por conta da


      Durante três dias, mais de 1,2 mil cargas de caminhão com areia e terra criaram uma barreira que diminuiu drasticamente o volume de água para que as equipes pudessem trabalhar na restauração desse cartão-postal “natural”. A ideia era retirar um bom tanto de rochas caídas na base das cataratas e deixá-las mais bonitas – algo que, na prática, não teve um impacto visível muito grande.
      Curiosamente, a operação também acabou revelando o corpo de uma mulher, que havia se suicidado se jogando nas águas do rio Niágara e nunca havia sido descoberta. Ela portava um anel de ouro com a inscrição “Nunca me esqueçam”. A barreira que represou a água do lado norte-americano foi implodida em novembro de 1969, restaurando a paisagem para todos os turistas.



FONTE: MEGACURIOSO

REIS E RAINHAS - RAINHA VITÓRIA





      A Rainha Vitória talvez seja a Rainha mais famosa da Inglaterra. Um dos motivos para isso é que ela reinou no auge do Império Britânico, em que o país capitaneou a revolução industrial e obteve grandes conquistas científicas, econômicas e culturais.

      O período de seu reinado, a Era Vitoriana, faz parte do imaginário popular e é retratado em inúmeros filmes. Entre seus legados, está o fortalecimento da monarquia constitucional, que concedeu poderes maiores ao Parlamento.

      Outros dois motivos para sua fama são o tempo de reinado, de 63 anos (perdendo apenas para a atual monarca, Rainha Elizabeth II), e as vestes pretas, que ela adotou como sinal de luto após a morte de seu marido, Albert, em 1861.

     Em Londres, há muitas estátuas, monumentos e homenagens à Rainha Victoria e ao Príncipe Albert. Alguns exemplos: o memorial da Rainha Vitória em frente ao Palácio de Buckingham, a estátua de Victoria em frente ao Palácio de Kensington, o museu Victoria & Albert Museum, o monumento Albert Memorial em Kensington Gardens, e a casa de espetáculos Royal Albert Hall.


FONTE: https://mapadelondres.org/

sábado, 11 de novembro de 2017

OS MELHORES DIRETORES DO CINEMA - STANLEY KUBRICK - PARTE 3




     E foi com o pensamento  de ter total liberdade criativa nas suas obras que Stanley  se muda para a Inglaterra em 1962. No mesmo ano começa as filmagens de Lolita, clássico da literatura escrita por Vladimir Nabokov. A curiosidade sobre a adaptação da obra de Nabokov dá grande visibilidade ao filme, que mesmo imerso em polêmicas (a relação entre um homem de meia-idade e uma adolescente era a principal delas) se torna outro grande sucesso de crítica. 
      Dois anos depois, o diretor lança outro clássico absoluto: Doutor Fantástico. Tendo como tema a ameaça nuclear, o filme é uma comédia de humor negro com atuações e roteiro primorosos. Para atuar, Kubrick chamou o comediante inglês Peter Sellers, que se desdobra em três papéis, incluindo o de presidente dos Estados Unidos e George C. Scott. Entre os vários momentos clássicos, está o final, com direito a um major cowboy montado sobre uma bomba atômica no ar. Esse trabalho rendeu a Kubrick sua primeira indicação ao Oscar de melhor diretor.

FONTE: WIKIPEDIA



quinta-feira, 9 de novembro de 2017

EDUCAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA - O QUE DIZ A LEI?





A educação constitui direito da pessoa com deficiência, assegurados sistema educacional inclusivo em todos os níveis e aprendizado ao longo de toda a vida, de forma a alcançar o máximo desenvolvimento possível de seus talentos e habilidades físicas, sensoriais, intelectuais e sociais, segundo suas características, interesses e necessidades de aprendizagem. 


É dever do Estado, da família, da comunidade escolar e da sociedade assegurar educação de qualidade à pessoa com deficiência, colocando-a a salvo de toda forma de violência, negligência e discriminação. 


Incumbe ao poder público assegurar, criar, desenvolver, implementar, incentivar, acompanhar e avaliar: 


I - sistema educacional inclusivo em todos os níveis e modalidades, bem como o aprendizado ao longo de toda a vida;


II - aprimoramento dos sistemas educacionais, visando a garantir condições de acesso, permanência, participação e aprendizagem, por meio da oferta de serviços e de recursos de acessibilidade que eliminem as barreiras e promovam a inclusão plena;


III - projeto pedagógico que institucionalize o atendimento educacional especializado, assim como os demais serviços e adaptações razoáveis, para atender às características dos estudantes com deficiência e garantir o seu pleno acesso ao currículo em condições de igualdade, promovendo a conquista e o exercício de sua autonomia; 


IV - oferta de educação bilíngue, em Libras como primeira língua e na modalidade escrita da língua portuguesa como segunda língua, em escolas e classes bilíngues e em escolas inclusivas; 
 

V - adoção de medidas individualizadas e coletivas em ambientes que maximizem o desenvolvimento acadêmico e social dos estudantes com deficiência, favorecendo o acesso, a permanência, a participação e a aprendizagem em instituições de ensino; 
 

VI - pesquisas voltadas para o desenvolvimento de novos métodos e técnicas pedagógicas, de materiais didáticos, de equipamentos e de recursos de tecnologia assistiva;  


VII - planejamento de estudo de caso, de elaboração de plano de atendimento educacional especializado, de organização de recursos e serviços de acessibilidade e de disponibilização e usabilidade pedagógica de recursos de tecnologia assistiva; 


VIII - participação dos estudantes com deficiência e de suas famílias nas diversas instâncias de atuação da comunidade escolar; 


IX - adoção de medidas de apoio que favoreçam o desenvolvimento dos aspectos linguísticos, culturais, vocacionais e profissionais, levando-se em conta o talento, a criatividade, as habilidades e os interesses do estudante com deficiência; 


X - adoção de práticas pedagógicas inclusivas pelos programas de formação inicial e continuada de professores e oferta de formação continuada para o atendimento educacional especializado; 


XI - formação e disponibilização de professores para o atendimento educacional especializado, de tradutores e intérpretes da Libras, de guias intérpretes e de profissionais de apoio; 
 

XII - oferta de ensino da Libras, do Sistema Braille e de uso de recursos de tecnologia assistiva, de forma a ampliar habilidades funcionais dos estudantes, promovendo sua autonomia e participação; 


XIII - acesso à educação superior e à educação profissional e tecnológica em igualdade de oportunidades e condições com as demais pessoas;  


XIV - inclusão em conteúdos curriculares, em cursos de nível superior e de educação profissional técnica e tecnológica, de temas relacionados à pessoa com deficiência nos respectivos campos de conhecimento; 


XV - acesso da pessoa com deficiência, em igualdade de condições, a jogos e a atividades recreativas, esportivas e de lazer, no sistema escolar; 


XVI - acessibilidade para todos os estudantes, trabalhadores da educação e demais integrantes da comunidade escolar às edificações, aos ambientes e às atividades concernentes a todas as modalidades, etapas e níveis de ensino; 


XVII - oferta de profissionais de apoio escolar; 


XVIII - articulação intersetorial na implementação de políticas públicas. 


§ 1o  Às instituições privadas, de qualquer nível e modalidade de ensino, aplica-se obrigatoriamente o disposto nos incisos I, II, III, V, VII, VIII, IX, X, XI, XII, XIII, XIV, XV, XVI, XVII e XVIII  deste artigo, sendo vedada a cobrança de valores adicionais de qualquer natureza em suas mensalidades, anuidades e matrículas no cumprimento dessas determinações. 

FONTE: LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO 

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

SÍNDROME COFFIN-SIRIS




       A Síndrome de Coffin-Siris é uma desordem genética rara. A primeira descrição desta síndrome foi publicada por Coffin e Siris, em 1970, eles descreveram três meninas com atraso mental e anomalias dos dedos das mãos e dos pés, principalmente no quinto dedo. Até ao momento existem apenas cerca de 60 casos relatados na literatura médica. A doença parece ocorrer mais frequentemente no género feminino que no masculino.

Causa


       Até ao momento a causa desta patologia é desconhecida. Na maioria dos casos, os investigadores pensam que possa resultar de novas alterações genéticas (mutações) que parecem ocorrer de forma aleatória, ou seja, por razões desconhecidas e esporádicas. Contudo, também têm sido relatados casos familiares que sugerem uma herança autossómica dominante ou autossómica recessiva.

Sinais e Sintomas






  • Dificuldades de alimentação
  • Atraso mental
  • Atraso motor
  • Infecções respiratórias frequentes durante a infância
  • Tónus muscular diminuído (hipotonia)
  • Falta de força anormal das articulações
  • Quintos dedos das mãos curtos
  • Subdesenvolvidos unhas dos pés
  • Diferenças craniofaciais, incluindo:
  • Circunferência da cabeça pequena
  • Cílios longos e sobrancelhas grossas
  • Ponte nasal achatada e larga
  • Boca larga com lábios grossos e proeminentes
  • Cabelo raro.


  • Diagnóstico


        Atualmente não há testes clínicos disponíveis para o diagnóstico da Síndrome de Coffin Siris. O diagnóstico é baseado em critérios clínicos estabelecidos. Os critérios mínimos para o diagnóstico incluem atraso no desenvolvimento, características faciais e da ausência ou subdesenvolvimento do quinto dedo.

    Tratamento


    Tratamento para Coffin-Siris síndrome é sintomático e de suporte. 

    FONTE: https://asdoencasraras.blogspot.com/

    VIDA MODERNA - ESPELHO ESPELHO MEU



    FONTE: Marco Melgrati 

    segunda-feira, 6 de novembro de 2017

    FAMOSOS QUE PROVAVELMENTE NÃO EXISTIRAM DE VERDADE - SÓCRATES



          Sócrates é uma espécie de mito pois não se conhece nada escrito por ele nem se sabe direito onde e quando viveu boa parte da vida. Provavelmente, nasceu, viveu e morreu em Atenas, entre 469 e 399 A.C.

          Também como Jesus, suas palavras foram registradas postumamente por seus seguidores e o dever para os historiadores é classificar quantas das contas de sua vida são precisas ou plausíveis.

          Ele escolheu não escrever, para ser coerente com sua filosofia, mas por outro lado há evidências documentais suficientes de seus alunos (Alcibiades, Antisthenes, Isocrates, Xenofonte, Platão) e outros contemporâneos (Aristophanes, Gorgias, Critias, Eurípides, Sófocles, Diógenes, Prodicus) que ele existia.

          Praticamente, tudo que se conhece sobre Sócrates vem dos escritos de Platão, que foi seu discípulo. Aristófanes pôs Sócrates em algumas de suas peças. Temos, portanto, que acreditar nas versões desses contemporâneos para conhecer sobre a vida e a obra de Sócrates.

    FONTE: http://arteref.com/

    domingo, 5 de novembro de 2017

    OS MELHORES DIRETORES DO CINEMA - STANLEY KUBRICK - PARTE 2



          Stanley estreou como cineasta de curta-metragens aos 22 anos. Aos 25, obteve uma grande ajuda financeira do pai, que penhorou a casa para a produção de Fear and Desire, de 1953, seu primeiro longa-metragem. Logo após, Kubrick realizaria outro longa, A Morte Passou Por Perto, de 1955. Mas é a partir de  O Grande Golpe, de 1956, que sua carreira começa a funcionar. A trama sobre um plano de assalto ganhou a atenção de alguns produtores. Apesar disso, teve dificuldades com a adaptação da novela Paths of Glory. O filme homônimo foi estrelado pelo astro Kirk Douglas, que ajudou a levantar o projeto após ele ter sido rejeitado pelos estúdios. 

          Kirk Douglas gostou de trabalhar com Kubrick. Foi ele quem o chamou para dirigir o épico Spartacus (1960) após a tensa demissão do veterano diretor Anthony Mann. Mann já havia filmado boa parte da produção quando Kubrick, com apenas 29 anos, assumiu o seu lugar. A boa relação com Douglas viria por água a baixo quando diferenças criativas se confrontaram. Kubrick perdeu a batalha e se viu obrigado a filmar sem poder colocar algumas de suas ideias em prática. Mesmo com o sucesso do filme, ele decidiu que dali por diante só iria aceitar projetos que pudesse ter total liberdade criativa.

    FONTE: WIKIPEDIA

    EDUCAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA




     Nos processos seletivos para ingresso e permanência nos cursos oferecidos pelas instituições de ensino superior e de educação profissional e tecnológica, públicas e privadas, devem ser adotadas as seguintes medidas: 

    I - atendimento preferencial à pessoa com deficiência nas dependências das Instituições de Ensino Superior (IES) e nos serviços; 

    II - disponibilização de formulário de inscrição de exames com campos específicos para que o candidato com deficiência informe os recursos de acessibilidade e de tecnologia assistiva necessários para sua participação; 

    III - disponibilização de provas em formatos acessíveis para atendimento às necessidades específicas do candidato com deficiência; 

    IV - disponibilização de recursos de acessibilidade e de tecnologia assistiva adequados, previamente solicitados e escolhidos pelo candidato com deficiência; 

    V - dilação de tempo, conforme demanda apresentada pelo candidato com deficiência, tanto na realização de exame para seleção quanto nas atividades acadêmicas, mediante prévia solicitação e comprovação da necessidade; 

    VI - adoção de critérios de avaliação das provas escritas, discursivas ou de redação que considerem a singularidade linguística da pessoa com deficiência, no domínio da modalidade escrita da língua portuguesa; 

    VII - tradução completa do edital e de suas retificações em Libras. 

    FONTE: LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO