quarta-feira, 29 de março de 2017

A IDADE DA ESFINGE






      Embora a grande maioria dos egiptólogos acredite que a Grande Esfinge de Gizé tenha uma idade de aproximadamente 4.500 anos, esse número, na verdade, não passa de uma estimativa, algo que foi teoricamente calculado, mas do qual ninguém tem certeza absoluta. E, segundo alguns pesquisadores, não existe uma única inscrição sequer, seja na própria estrutura, em papiros ou pedra que associem o monumento a esse período de tempo.

      Aliás, há quem acredite que a esfinge foi construída muito antes, com algumas teorias de que ela teria sido erguida em 10.500 a.C., ou seja, antes mesmo do surgimento da civilização egípcia. Essa teoria está baseada na linha vertical de desgaste que pode ser observada na base do monumento, que só poderia ter sido provocada pela exposição a fortes chuvas. No entanto, como todos sabem, a esfinge se encontra no deserto...

      O mais interessante é que essa região foi atingida por períodos de fortes chuvas no passado — coincidindo com a datação de 10.500 a.C. —, o que poderia significar que a esfinge pode ter mais do que o dobro do que a idade calculada. E isso gera mais perguntas e especulações: quem teria, então, construído o monumento, e para qual finalidade?

FONTE: MEGACURIOSO

terça-feira, 28 de março de 2017

CINEMA EM TIRAS - CONAN, O BÁRBARO - PARTE 3





CURIOSIDADES SOBRE CONAN



He-Man, o "filho" de Conan

A empresa Mattel, responsável pela produção de brinquedos em torno de Conan, desistiu de fabricá-los porque os executivos acharam que o filme continha muita violência e apelo sexual. Mais tarde, a companhia acabou criando um personagem próprio baseado em Conan, He-Man, além de uma série de desenhos animados baseado no personagem.


Homem de poucas palavras

Apesar de Conan e Valeria serem vistos juntos durante grande parte do filme, ele fala com ela apenas cinco palavras durante a história, e este "diálogo" ocorre logo nos 30 primeiros segundos em que se encontram pela primeira vez.

Referência

O visual de Thulsa Doom e seus guerreiros foi inspirado nos guerreiros presentes em Alexandre Nevsky (1938).

Fórmula do sangue

O sangue usado no filme é na verdade um concentrado no qual era misturado água e vodca antes de ser usado.


Fazendo o "trabalho sujo"

Os atores Arnold Schwarzenegger e Sandahl Bergman tiveram que realizar todas as suas cenas em Conan, o Bárbaro, já que os produtores não conseguiram encontrar dublês de corpo para ambos.

Outras durações

Existem também outras duas versões do filme, com algumas cenas editadas, que possuem 115 e 123 minutos.











continua...

segunda-feira, 27 de março de 2017

A PESSOA POR TRÁS DA MARCA



Gina

      São necessárias duas perguntas. A primeira é: quem é a moça? O nome dela é Zofia Burk. Polonesa que vive em São Paulo desde os 5 anos de idade, topou um trabalho como modelo e virou o rosto da marca de palitos de dente. Em entrevista à Veja São Paulo afirmou que não sabia que viraria logotipo, e que até pensou em processar a fábrica que usa seu rosto.

      É por isso que aparece a segunda questão: Quem é a tal da Gina? No caso, esse era o apelido de Rosa Del Nero Rela, mãe dos fundadores da empresa.

FONTE: SUPERINTERESSANTE

domingo, 26 de março de 2017

CINEMA EM TIRAS - CONAN, O BÁRBARO - PARTE 2








     
      As filmagens ocorreram na Espanha durante um período de cinco meses, em regiões perto de Madrid e Almería. Os cenários, criados por Ron Cobb, foram inspirados em culturas da Idade Média e nas pinturas de Frank Frazetta. Milius evitou efeitos óticos, preferindo realizar suas ideias com efeitos mecânicos e ilusões óticas. Schwarzenegger realizou a maioria de suas cenas de ação e duas espadas, custando cada uma US$ 10.000, foram forjadas para seu personagem. O processo de edição demorou um ano e várias cenas violentas foram cortadas.

      Conan the Barbarian arrecadou mais de US$ 60 milhões mundialmente. Acadêmicos e críticos encontraram temas fascistas e individualistas no filme, com o ângulo fascista aparecendo na maioria das críticas. Os críticos também reagiram de forma negativa a atuação de Schwarzenegger e a violência. Apesar disso, Conan the Barbarian se tornou popular entre os homens jovens, com o filme levando Schwarzenegger ao estrelato mundial. Ele gerou uma sequência, Conan the Destroyer em 1983, e um remake em 2011.
FONTE: WIKIPÉDIA












continua...

sábado, 25 de março de 2017

PARQUE DE DIVERSÕES NO TEXAS PROMOVE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE



      Não importa a sua limitação o que importa é a diversão. Um dos estados mais populosos dos Estados Unidos, o Texas abriga o primeiro e único parque de diversões temático do mundo adaptado para pessoas com necessidades especiais. Novas descobertas e muita diversão são oferecidas para todas as pessoas. Visitantes com necessidades especiais tem entrada gratuita.

      Tocar, cheirar, olhar e aproveitar diferentes sensações com a água. A grande novidade do parque fica por conta da atração WaterWorks, reinaugurada em setembro, oferece estimulação sensorial, incluindo brinquedos que usam mais cores brilhantes, além de texturas e elementos interativos com a água.




      O espaço também conta com uma pista de caminhada ao redor de um lago, com rampas que facilitam o acesso para todos os públicos e permitem uma bela vista panorâmica de todo o parque e suas atrações. Excelente opção para passear em um ambiente familiar e agradável.

      The Sensory Village é uma vila sensorial que estimula a imaginação, com jogos que aguçam a criatividade, vídeos interativos, cavalos que imitam animais reais. Tem até um espaço onde e possível projetar um carro personalizado e testá-lo. As crianças podem fazer compras em um supermercado. Além disso, os visitantes também podem se tranformar em jornalistas, fazer a previsão do tempo e aparecer na TV.

      Gosta de piratas? Existe uma atração para você mergulhar no mundo dos navios de piratas. Tem uma ponte e um playground totalmente colorido e com superfície emborrachada para conforto e segurança.



      Um passeio de bug  e de trenzinho também estão disponíveis no complexo, podendo apreciar o cenário mágico de outras atrações. No carrossel, espaços reservados para cadeiras de rodas garantem a fantasia de todos os visitantes. Balanças, brincadeiras na areia e muito mais, ao todo são 25 atrações totalmente inclusivas.

COMO SURGIU

      Tanto o parque de diversões quanto o aquático foram idealizados por Gordon Hartman, CEO da fundação The Gordon Hartman Family Foundation e sua esposa, pensando na filha de 22 anos, Morgan, que lida com desafios cognitivos e físicos.

GORDON  HARTMAN


      O ponto de inflexão ocorreu em 2005, quando Gordon observou Morgan querendo brincar com outras crianças em férias em uma piscina do hotel, mas as crianças estavam desconfiadas de Morgan e não queriam interagir com ela.

      Então, Gordon resolveu criar oportunidades e lugares onde aqueles com e sem deficiências pudessem se unir não só por diversão, mas também para uma melhor compreensão uns dos outros. Isso levou à construção de Morgan’s Wonderland em uma pedreira abandonada no nordeste de San Antonio, Texas. A borboleta é o símbolo deste parque temático original; Subindo para um sucesso após o outro.





sexta-feira, 24 de março de 2017

CINEMA EM TIRAS - CONAN, O BÁRBARO - PARTE 1





      Conan the Barbarian (no Brasil, Conan, o Bárbaro; em Portugal, Conan e os Bárbaros) é um filme americano de 1982, baseado nas histórias de Robert E. Howard sobre as aventuras do personagem homônimo em um mundo pré-histórico com magia negra e selvageria. A adaptação foi dirigida por John Milius, co-escrita por Milius e Oliver Stone, e produzida por Buzz Feitshans e Raffaela De Laurentiis.
       Estrelado por Arnold Schwarzenegger e James Earl Jones, Conan the Barbarian conta a história de um jovem bárbaro que procura vingança pela morte de seus pais. O alvo de sua ira é Thulsa Doom, o líder de um culto.
      Ideias para um flme sobre Conan foram propostas no início da década de 1970. Um esforço conjunto por Edward R. Pressman e Edward Summer para produzir o filme começou em 1975. Demorou dois anos para os dois conseguirem os direitos de adaptação, depois disso eles chamaram Schwarzenegger para o papel principal e Stone para escrever um rascunho do roteiro. Pressman não tinha dinheiro para seu empreendimento, e em 1979, depois de suas propostas para investimentos serem rejeitadas pelos grandes estúdios, ele vendeu os direitos para Dino De Laurentiis, pai de Raffaela. Milius foi contratado para dirigir e reescreveu o roteiro de Stone.












CONTINUA...


FONTE: WIKIPÉDIA

MEMES DE 2016




O Oscar  contou com os comentários da atriz Gloria Pires. Até aí tudo bem, mas um momento de lapso da artista acabou abrindo o mês de fevereiro com mais um meme.



"Zika Fashion"



O japonês prendendo o japonês
 





Glória Maria em uma reportagem na Jamaica.









quarta-feira, 22 de março de 2017

MANIAS BIZARRAS DE ESCRITORES



Carlos Drummond de Andrade imitava com perfeição a assinatura dos outros. Para poupar-se de mais trabalho, falsificava a assinatura do chefe da repartição pública em que trabalhava. Ele tinha mania de picotar papel e tecido. “Se não fizer isso, saio matando gente pela rua”, dizia.


Autor do clássico O Cortiço, o escritor maranhense Aluísio Azevedo tinha o hábito de desenhar e pintar os personagens de seus livros sobre papelão.


A Comédia humana, de Honoré de Balzac, possui tantos personagens que o autor precisou fazer uma árvore genealógica. Desenhada nas paredes, ela ocupou três aposentos da casa. Aliás, o autor francês era um verdadeiro viciado em café. Chegava a consumir 50 xícaras por dia, e caso não houvesse café quente por perto, ele mastigava os próprios grãos.


O brasileiro Monteiro Lobato gostava de tomar café com farinha de milho, rapadura e – o que ele considerava uma verdadeira iguaria – içá torrado (mais propriamente o traseiro da popular tanajura). Outra mania do criador dos personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo era consertar quase tudo o que via pela frente.

FONTE: WIKIPÉDIA

terça-feira, 21 de março de 2017

segunda-feira, 20 de março de 2017

A PESSOA POR TRÁS DA MARCA





      Alô, criançada, o Ronald chegou. O palhaço do fast food não foi inspirado em uma pessoa, mas em outro personagem, ele mesmo, o palhaço que agitou o Brasil nos anos 1980: Bozo.

      Williard Scott fazia o papel do Bozo na televisão americana. O personagem, como se pode imaginar, era megapopular. Foi quando a loja de hambúrgueres entrou em contato com ele e pediu que criasse um palhaço que curtisse comer uns lanches.

      O resultado foi absolutamente assustador. A primeira versão do personagem tinha uma caixa quadrada como chapéu e um copo de refrigerante no lugar do nariz. A voz também não era infantilizada.

      Ao longo dos anos a coisa toda foi tomando a forma que conhecemos hoje – com pelo menos 9 atores encarnando o personagem nos últimos 54 anos.

FONTE: SUPERINTERESSANTE