sábado, 29 de abril de 2017

ORIGEM DAS PALAVRAS: DEUS



Origem da palavra deus

      Do latim deus, daus, que significa “ser supremo” ou “entidade superior”.

      A língua portuguesa foi a única que manteve o termo original em latim desta palavra.

      Originalmente, a palavra latina que deu origem à “deus”, surgiu a partir do termo Proto-Indo-Europeu diw ou deiwos, que significa “brilhante” ou “celeste”.

      A partir desta mesma raiz etimológica, surgiu o nome grego Zeus, considerado o “deus dos deuses”, de acordo com a mitologia grega.

      Em algumas religiões monoteístas, como o catolicismo, por exemplo, Deus é considerado um nome próprio, pois, de acordo com esta doutrina, só existe um único deus no universo.

      Já nas religiões politeístas - existência de vários deuses - deus é escrito com letra minúscula, pois representa apenas uma condição de "entidade ou ser superior aos humanos".

FONTE: http://www.dicionarioetimologico.com.br

sexta-feira, 28 de abril de 2017

CINEMA EM TIRAS - FORREST GUMP: O CONTADOR DE HISTÓRIAS - PARTE 3





CURIOSIDADES

Forrest Gump salvou a arrecadação do cinema americano no ano de 1994, foi o único filme que fez sucesso comercialmente falando. Arrecadou mais de 677 milhões de dólares ao redor do mundo.

– O diretor Robert Zemeckis, e Alan Silvestri fizeram a trilogia de “De Volta para o Futuro”


– Ao receber o Oscar de melhor ator por Forrest Gump, Tom Hanks igualou a marca de Spencer Tracy, que até então era o único ator a ter ganho o Oscar por dois anos consecutivos.


– O ator Haley Joel Osment, que seis anos depois seria indicado ao Oscar de “Melhor Ator Coadjuvante” por sua atuação em “O sexto sentido”, tinha cinco anos e fez uma ponta no final do filme.


– Jim, o irmão mais novo de Tom Hanks, foi dublê do ator em muitas das cenas de corrida.

– Sally Field, que fez o papel de mãe de Forrest, é apenas dez anos mais velha que Tom Hanks.

– A garota de cabelo vermelho no ônibus escolar é Elizabeth, a filha de Tom Hanks.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

FISIOTERAPEUTA CRIA TRAVESSEIRO QUE CUSTA 180 MIL REAIS



      Nos últimos 15 anos, o fisioterapeuta holandês Thijs van der Hilst esteve envolvido em um projeto audacioso: criar o travesseiro perfeito, capaz de auxiliar o sono de qualquer pessoa. O objeto é feito com seda Mulberry (a mais cara do mundo), algodão egípcio, espuma holandesa atóxica e tecido de ouro 24 quilates, além de ser finalizado com um zíper cravejado com quatros diamantes e uma safira de 22,5 quilates. O precinho desse mimo? O equivalente a R$ 180 mil!

      O maior detalhe é que cada peça é individual e personalizada. Hilst compara o formato da cabeça e dos ombros das pessoas com o tamanho de seus pés: cada um possui um tipo específico. Assim, com ajuda de um scanner 3D portátil, o fisioterapeuta é capaz de criar um travesseiro ideal para cada um de seus clientes.

      A espuma é esculpida por um braço robótico conforme as coordenadas obtidas pelo scanner. Depois, a peça entra em um porta-travesseiro exclusivo criado pela marca Louis Vuitton, que permite que a pessoa o leve para onde quiser. O lançamento oficial será no próximo mês, em Dubai, durante uma exposição de produtos inovadores.

FONTE: MEGACURIOSO

quarta-feira, 26 de abril de 2017

CINEMA EM TIRAS - FORREST GUMP: O CONTADOR DE HISTÓRIAS - PARTE 2



 

      Lançado nos Estados Unidos em 6 de julho de 1994, Forrest Gump foi bem recebido pelos críticos e tornou-se o maior sucesso comercial do cinema estadunidense naquele ano, arrecadando mais de 677 milhões de dólares ao redor do mundo. Desde o lançamento do filme, várias interpretações têm sido feitas acerca do simbolismo político do protagonista. Em 1996, um restaurante temático baseado no filme foi aberto, e desde então expandiu-se com várias filiais ao redor do mundo. A cena de Forrest correndo através dos Estados Unidos é geralmente referenciada por indivíduos reais que tentam o desafio. Forrest Gump foi indicado a treze Oscars, o filme ganhou em seis categorias, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor  (Robert Zemeckis) e Melhor Ator (Tom Hanks).

FONTE: WIKIPÉDIA










continua...

segunda-feira, 24 de abril de 2017

CINEMA EM TIRAS - FORREST GUMP: O CONTADOR DE HISTÓRIAS - PARTE 1

     



      Forrest Gump (Forrest Gump: O Contador de Histórias  é um filme norte-americano de 1994, dirigido por Robert Zemeckis com Tom Hanks no papel-título e baseado no romance homônimo de 1986 escrito por Winston Groom. O filme também traz no elenco Robin Wright Penn e Gary Sinise. A história atravessa várias décadas na vida do personagem central, Forrest Gump, um homem simples do Alabama que viaja ao redor do mundo, encontra figuras históricas, influencia a cultura popular e é testemunha de alguns dos eventos históricos mais notórios da segunda metade do século XX.


      O filme difere substancialmente do romance de Winston Groom, no qual foi baseado. As filmagens aconteceram em 1993, principalmente nos estados da Geórgia, Carolina do Norte e Carolina do Sul.  O filme fez grande uso de imagens geradas por computador para incorporar o protagonista em filmagens antigas e no desenvolvimento de outras cenas. A trilha sonora do filme é composta de muitas faixas, e seu lançamento comercial vendeu 4,42 milhões de cópias.
     

FONTE: WIKIPÉDIA













CONTINUA...

domingo, 23 de abril de 2017

COTAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA EM EMPRESAS




       O Decreto 3.298/1999 considera deficiência toda perda ou anormalidade de uma estrutura, função psicológica, fisiológica ou anatômica que gera incapacidade para o desempenho de atividade, dentro do padrão considerado normal para o ser humano.

Entenda os números das cotas nas empresas
       A Lei exige que toda empresa de grande porte – com cem ou mais empregados – deverá preencher de 2% a 5% por cento dos seus cargos, com beneficiários reabilitados ou pessoas com deficiência habilitadas, na seguinte proporção:

- De 100 a 200 empregados - 2%
- De 201 a 500 empregados - 3%
- De 501 a 1000 empregados - 4%
- De 1001 em diante - 5%



FONTE http://pessoascomdeficiencia.com.br/

sábado, 22 de abril de 2017

OBRA DE GUSTAVO ROSA

 
 
 
 
      Gustavo Machado Rosa foi um artista autodidata, nasceu em 20 de dezembro de 1946, na cidade de São Paulo, iniciou sua experiência com a pintura na infância, conseguiu enxergar com sensibilidade o irreverente, o humor, o delicado, o grotesco e o belo, trasnpondo-os com traços definidos, singelos, diretos e claros. Suas obras são brasileiras e universais, contam a realidade irônica e poeticamente ao mesmo tempo. 





       O seu universo plástico apresenta semântica própria. Seu humor não é prosaico e anedótico. Ele emprega a substância do traço, da forma e da cor. Suas imagens não necessitam de legendas significam a postura do artista diante da vida, uma maneira de ver, de aprender e de apreciar a existência humana. O humor da pintura de Gustavo Rosa é reflexo da liberdade de viver e criar do artista, que acredita ser a imaginação mais poderosa que acredita ser mais poderosa que o ser humano.
 
 
 
 
 
 

sexta-feira, 21 de abril de 2017

FOTOS RECRIADAS













TIRADENTES




     
      Aos 45 anos, no dia 21 de abril de 1792, no Rio de Janeiro, Tiradentes percorreu as ruas do Rio de Janeiro da cadeia até o local de sua execução. A galera foi em peso acompanhar sua morte, que teve discurso e até fanfarra – tudo, é claro, para dar um alerta àqueles que se revoltassem contra a corte. O líder foi enforcado e esquartejado, com partes de seu corpo sendo expostas em vias públicas.

      O que era para ser um processo de intimidação acabou sendo um incentivo para novas revoltas, tanto que a memória de Tiradentes foi exaltada pela população. Ele era chamado dessa forma por conta de suas práticas na extração de dentes, aprendidas com o tio. Oficialmente, ele nunca se formou dentista.

      O feriado em sua homenagem só foi promulgado em 9 de dezembro de 1965, durante a primeira fase do Regime Militar. Desde então, a data de sua morte virou folga em todo o território nacional. Claro que esse é apenas um resumo da história de Tiradentes, que teve sua imagem de mártir construída ao longo dos séculos.

      Falando em imagem, uma das curiosidades sobre a sua vida é que não existem muitos relatos sobre sua aparência física. Em 1890, o pintor Décio Villares criou uma figura hipotética do herói, usando símbolos já conhecidos de outro mártir: Jesus Cristo. Ao retratá-lo com barba e cabelos longos, Villares mistificou o homem, retirando a idolatria meramente política para dar uma aura mais mística a Tiradentes.

FONTE: MEGACURIOSO